domingo, 13 de novembro de 2011

O capote e outras histórias


Fui apresentada ao surpreendente Nikolai Gógol por acaso. Estava na livraria Saraiva em busca de algum novo livro de Dostoiévski para ler, entretanto, deparei-me com O capote e outras histórias de um autor que já sabia que era russo, mas nunca havia apreciado nenhuma de suas obras. Iniciei a leitura ainda na livraria e quase não consegui parar.

O mundo de Gógol é completamente distinto do meu – muito embora em minhas imaginações coisas estranhas aconteçam de vez em quando. Fiquei estupefata com o final do conto “O capote” e sem palavras para descrever o que senti naquele momento. Nunca havia lido nada que me deixasse tão desconfortavelmente desconfiada da realidade como aquele conto.

Contudo, o mais impressionante foi “O Nariz” que teimava em não retornar ao seu lugar de origem! Quanta imaginação Gógol teve! Interessante que em todos os contos o leitor consegue obter o sentido de cada história, de cada “bizarrice” – se assim podemos dizer – perpassada em todos os textos. “O Nariz” é singularmente tão interessante quanto o é seu autor.

“Diário de um louco” foi tão bem redigido que em dado momento pensei mesmo que Gógol havia enlouquecido. O conto é tão bem formulado que o leitor consegue perceber cada traço de piora da loucura do personagem. A gradativa piora do “louco” é detalhadamente evidenciada em seu diário. Muito interessante o texto e a forma como foi escrito não nos permite negar o caráter profundamente artístico e inteligente de seu autor.

“Noite de Natal” e “Viy” são os dois contos que fecham o livro, totalizando cinco curtas histórias do fantástico mundo de Gógol. Se Gógol fosse um desenho animado, o compararia ao Bobby, do “Fantástico Mundo da Imaginação do Bobby”. Muito embora estes dois últimos contos não tivessem sido apreciados por mim – por eu ter convicções espirituais cristãs – não podemos negar a capacidade intelectual, imaginativa e literária de seu autor.

Foi muito bom ter entrado no mundo gogoliano sem querer e ser apresentada ao Nariz, ao Louco e ao funcionário que usava aquele “tão importante” capote. Vale a pena conferir a obra. Aos interessados por literatura, recomendo a leitura de alguns artigos sobre Gógol, para que tenham melhor impressão sobre estes cinco contos do autor, visto que não sou especialista no assunto, apenas uma leitora que aprecia e exprime suas impressões por aqui.

Título: O capote e outras histórias
Autor: Nikolai Gógol
Gênero: Contos; literatura russa
Editora: Editora 34
Formato: 14 x 21
Páginas: 224
Preço na editora: R$ 37,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por passar por aqui! É uma honra ter sua opinião.