domingo, 13 de novembro de 2011

Jesus é Deus?


Jesus é Deus? é um livro teológico indispensável para seminaristas. Entretanto, não é muito agradável para aqueles que não se interessam por história das doutrinas cristãs. O livro aborda o dogma da divindade de Cristo mostrando as disputas relacionadas ao tema durante os primeiros séculos depois da morte de Cristo. O autor explica a controversa ariana, fala sobre o Concílio de Nicéia, mostra como a divindade de Cristo foi defendida por Atanásio, Hilário de Poitiers e pelos capadócios. Apenas o último capítulo seria uma leitura agradável para leigos, pois ele mostra algumas evidências bíblicas sobre a divindade do Logos.

O livro é pertinente, é bom pelo conteúdo, mas muito enfadonho para quem busca uma leitura apologética prática. O autor diversas vezes usa termos no grego e não explica o significado. Porém, se o leitor for paciente, encontrará no livro riqueza histórica sobre a divindade do Logos bastante proveitosa para a igreja brasileira que atualmente encontra-se mergulhada numa séria crise doutrinária. É um bom e bem escrito livro teológico, consistente por sua profundidade na pesquisa, deve ser bem aproveitado por quem se interessa pelo assunto, principalmente por ser escrito por um brasileiro, investigação acadêmica genuinamente nacional.

Título: Jesus é Deus?
Autor: Jefferson Ramalho
Gênero: Teologia; apologética
Editora: Reflexão
Formato: 14 x 21
Páginas: 192
Preço na editora: R$ 40,00

O que disseram:
“O estudo de cristologia feito por Jefferson Ramalho apresenta características da pesquisa acadêmica latino-americana: seriedade na pesquisa e interpretação dos textos lidos e relevância social e eclesial. Em tempos em que os benefícios da fé valem mais que o Senhor da fé, este livro ajudará seus leitores e leitoras a refletirem criticamente sobre o papel da teologia e da igreja na sociedade contemporânea” – Julio Zavatiero (Doutor em teologia pela Escola Superior de Teologia de São Leopoldo/RS).

“Causou-me ótima impressão o estudo de Jefferson Ramalho sobre o dogma da divindade de Cristo. Ele aborda de maneira sintética e perceptiva as questões mais relevantes ao tema, sob as perspectivas histórica, teológica e prática. É um valioso recurso para quem deseja refletir a respeito de uma das principais convicções da fé cristã” – Alderi Souza de Matos (Historiador oficial da Igreja Presbiteriana do Brasil).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por passar por aqui! É uma honra ter sua opinião.